Desejando, sempre, honrar ao Senhor…

Morris Cerullo – Sete passos para a vitória pessoal

Passo 7 – Louve… Louve ao Senhor pela vitória

“E pela manhã cedo se levantaram e saíram ao deserto de Tecoa; e, ao saírem, Jeosafá pôs-se em pé, e disse: Ouvi-me, ó Judá, e vós, moradores de Jerusalém: Crede no SENHOR vosso Deus, e estareis seguros; crede nos seus profetas, e prosperareis; E aconselhou-se com o povo, e ordenou cantores para o SENHOR, que louvassem à Majestade santa, saindo diante dos armados, e dizendo: Louvai ao SENHOR porque a sua benignidade dura para sempre. E, quando começaram a cantar e a dar louvores, o SENHOR pôs emboscadas contra os filhos de Amom e de Moabe e os das montanhas de Seir, que vieram contra Judá, e foram desbaratados”. II Cro. 20:20-22

O final que daremos é o mais poderoso, é o Louvor ao Senhor… Muitas vezes caímos na tentação quando chegamos aqui, de pensar que não precisamos dos demais passos, basta louvar, contudo isto é um atalho espiritual, que nos leva a ter falsas verdades, como louvaremos a quem não conhecemos? Como louvaremos as promessas que não sabemos? Como louvaremos á um Deus que não cremos ser atuante em nossas vidas? Como louvaremos se nós controlamos nossas vidas… Como louvaremos??

Começar apenas louvando, não trará mudanças na nossa vida, será simplesmente um louvor que não tem som, e nem razão, precisamos dos demais passos, pra louvar a Deus.

Quando Jeosafá teve sua primeira postura, deu seu primeiro passo, ali ele começava a levar sua alma a louvar ao Senhor. Não podemos ser levados pelas vozes ou circunstancias, o rei Jeosafá foi o primeiro a tomar uma postura de louvor, uma postura diante do Senhor, e nós precisamos fazer o mesmo, precisamos ser os primeiros a entrar na presença do Senhor.

O louvor, não vem pela manifestação antecipada de Deus, o Louvor vem no momento em que Deus ainda não moveu, vem no lugar da reclamação, da falta de fé, da falta de esperança, da falta de confiança, o Louvor antecede o mover de Deus nas nossas vidas, ele abre espaço para o mover de Deus em nós.

A Palavra de Deus muitas vezes nos desafia diante das circunstancias, veja que Ele disse para que seguissem em frente, e enfrentassem o inimigo, e ainda permanecessem calmos, e visse a salvação de Deus… precisamos ter como base de nossa fé, de louvor, a Palavra que Deus nos dá, pode muitas vezes ser difícil, e ou até mesmo absurdo, mas é Ele quem trará as vitórias para nossa vida, Deus quer nos ensinar que somente louvaremos quando conseguirmos confiar de verdade que Ele cumprirá sua Palavra.

Neemias 8:10 A Alegria do Senhor é a nossa força!

Precisamos sair do arraial, de dentro de nós mesmos, dos problemas, alegres, sabendo que o Senhor é por nós, que é Ele quem guerreia as nossas guerras, não precisamos estar apreensivos, veja a palavra de Deus, vá e vede a salvação. Precisamos descer sabendo quem Deus é, e que Ele cumpre sua palavra, tire de sua vida todo peso, pois o Senhor já venceu suas batalhas.

Jeosafá não escolheu os que melhor guerreavam, e sim aqueles que sabiam louvar, aqueles que tinham força interior para crer.

Quando estamos louvando ao Senhor, de fato, os inimigos, os problemas não ficam de pé, pois nós conquistamos e avançamos na força que há na verdadeira adoração ao Senhor.

Jeosafá não sabia o que Deus faria, como derrotaria o inimigo, mas ficou na posição de batalha, encarou o inimigo sabendo que o Senhor faria uma grande vitória acontecer.

Quando nos colocarmos cara a cara com os nossos problemas, precisaremos ter uma única coisa, a Palavra de Deus, ela é a única que nos faz permanecer de pé e nos faz vencer, lembre-se de que não há poder maior no mundo do que o Poder da Palavra de Deus.

Por ela céus e terra foram feitos, por ela tudo que vemos existe, e continua a existir… e por Ela somos mais do que vencedores.

FÉ É UM FATO, MAS TAMBÉM É UM ATO!


Sexto passo – Tenha fé no Senhor e nos seus servos Texto: II Crônicas: 20:20

O livramento de Deus nas nossas vidas depende de uma atitude de fé baseada na palavra que Ele nos deu.

Jeosafá poderia ter feito a maior oração do mundo, poderia ter se humilhado, poderia ter dado ouvidos a voz do profeta, mas se ele tivesse parado por ai, Judá seria destruída.

Jeosafá poderia ter crido no Senhor, contudo se recusado a obedecer-lhe. Deus tem bênçãos, vitórias para liberar sobre as nossas vidas, mas Ele escolheu fazer através das nossas vidas.

A batalha não é nossa, contudo devermos permanecer firmes diante da presença Dele para sermos instrumentos em suas mãos, de tal forma que podemos ver a salvação de Deus para as nossas vidas. (II Cr. 20:17)

Jeosafá convenceu o povo a segui-lo a crer no que Ele estava crendo, precisamos na nossa vida além de crer agir, precisamos sujeitar a Palavra de Deus a nossa vontade e nossa maneira de fazer.

Jeosafá precisava agir, sair do conforto de Jerusalém e ir confrontar o inimigo face a face, se esperasse até que o inimigo alcançasse os portões da cidade então seria tarde de mais, precisamos agir sob a direção da palavra de Deus, o Senhor jamais nos manda recuar mas Ele nos dá a chave da vitória diante de nossos inimigos.

Precisamos encarar os nossos problemas e não permitir que eles sobrevenham sobre nossas vidas, pois é melhor estar no ataque do que na defensiva, isto no âmbito espiritual e não carnal, temos visto que nossa arma não é contra pessoas, e sim contra principados e potestades, e que nossa batalha não é nossa, mas de Deus, e que Ele age através de nós, então precisamos estar debaixo da Palavra de Deus.

No momento em que os problemas nos mostram suas faces, tentam nos afrontar, é o momento que precisamos estar sob a direção de Deus, e permanecermos firmes diante dos problemas sabendo que o Senhor será nosso guia.

Não podemos cair na ilusão de que os problemas resolverão por si mesmos, de que o tempo resolverá todas as coisas, não podemos nos esconder ou fugir, precisamos permanecer firmes diante da presença de Deus.

Quando nós estamos firmes diante da presença do Senhor, o Senhor nos possibilita uma visão ampla do que Ele pode fazer em nossas vidas através de nós.

O Senhor não nos disse vai e deixa tudo comigo, Ele disse espere e veja a salvação de Deus. Toda benção que chega a nós pelas mãos de Deus, vêm por meio da fé, pela fé que somos salvos. Efésios 2:8

Precisamos mais do que ter fé que Deus vai fazer, precisamos fazer com que esta fé seja um ato, em nossas vidas, precisamos fazer das palavras de Deus, palavras que nos fazem mover diante de nosso inimigo, das circunstancias, dos problemas…

Nossa fé não deve estar baseada no que se move. Nas circunstancias… ele deve estar no Senhor que não se move em meio a nossos problemas, que não tem fim e nem se abala com nada.

A Palavra de Deus é infalível, poderosa jamais nos deixará na mão, jamais falhará, a quando cumprimos a Palavra de Deus, quando temos fé na Palavra de Deus seremos mais do que vencedores, precisamos confiar nesta palavra e agir sobre esta palavra, não podemos apenas confiar temos que agir e assim venceremos.

Deus não tem para nós uma vida de derrotas pelo contrário Deus tem para nós uma vida de vitórias e o segredo está em confiarmos e agirmos em obediência a Palavra de Deus.

O sexto passo somente poderá ser dado, quando nós ousarmos confiar na Palavra do Senhor e agirmos sobre elas, precisamos confiar, no que o s servos do Senhor tem a nos dizer, no o Senhor tem a nos dizer…


Quinto Passo – Confie no Senhor a batalha não é sua e sim de Deus Texto: II Crônicas 20:14-15

No quinto passo começamos a receber a resposta de Deus para nossas vidas, a mensagem de Deus vinda mediante o profeta foi: Eu Ouvi Sua Oração. Assim como o Senhor liberou uma resposta as orações de Jeosafá, precisamos entender em nosso Espírito que o Senhor tem uma resposta para nossas orações.

Quando nos humilhamos diante da presença de Deus a resposta Dele nos alcança. E a resposta de Deus se apresenta de uma forma clara e com poder de realizar milagres em nossas vidas…

A resposta de Deus a Jeosafá foi clara: Jeosafá não se preocupe com esta multidão, e esta batalha, esta batalha não é sua e sim minha…

Jeosafá confiou no Senhor, quando confiamos que Ele é o Deus de nossas vidas, e entregamos nosso caminho em Suas mãos, então Ele guerreará nossas guerras.

A primeira coisa que Deus faz quando envia sua resposta é:

· Tirar o medo

O medo diante da resposta de Deus não consegue permanecer em nossas vidas, pois ela nos respalda com sua verdade e poder.

Muitas vezes encaramos esta força de forma errada, quando olhamos para Deus e percebemos que Ele fará muitas vezes perdemos a noção da realidade, pensamos que se ele vai fazer então não nos resta nada mais a fazer, o jeito é não fazer nada, e isto está errado.

Agora que o Senhor vai encarar o nosso inimigo, os problemas… precisamos ouvir o que Ele quer que façamos, não está no tempo de ficarmos quietos, sentados…

Vejamos os versículos 16-17, o Senhor os manda descer contra os inimigos… o Senhor está nos ensinando que teremos que ficar cara a cara com nossos inimigos, problemas se quisermos vencê-los em nome de Jesus, não o venceremos na nossa força será o Senhor, mas precisamos estar a postos como soldado de Cristo.

Ou seja, precisamos encarar, e não fugir de nossos problemas e necessidades, muitas vezes achamos que confiar é não encarar, é não fazer nada, mas o Senhor está nos dizendo que nossas batalhas não são com armas carnais e sim espirituais então há muito o que fazer.

PRECISAMOS NOS MOVER NO REINO DO ESPÍRITO QUANDO DEUS NOS DÁ UMA RESPOSTA.

Muitas vezes não contemplamos o final, por causa disto, o Senhor fala e nos acomodamos… o jeito de Deus nos dar a salvação é nos colocando frente ao nosso inimigo, o Salmista Davi já havia falado, Salmos 23, “ Poe uma mesa Diante dos meus inimigos…”

O Senhor sempre nos mostra com clareza seus livramentos, para que não haja duvidas que foi Ele quem fez em nossas vidas, por isto todos vem por um clamor, para que não pensemos que fizemos nós mesmos.

Deus jamais compartilhará sua gloria com ninguém…Ele quer que saibamos em nossos corações de onde vem a libertação, a salvação, a cura!

Quando cuidamos de nós mesmos, somos levado a culpar as circunstancias pelo que elas representam, são as contas, são as palavras, as pessoas, o marido a mulher, a família…, mas quando nos humilhamos conhecemos de fato a causa de nossos problemas, satanás e podemos destrui-lo.

NO versículo 16 o Senhor traça uma clara visão da localização do inimigo, não nos deixará enganados…

Não saberemos enfrentar nossas vidas, e problemas até que tenhamos uma idéia clara do que estamos de fato enfrentando. Precisamos então enfrentá-lo com o direcionamento do Espírito, para que possamos vencer.

Há algo que é de extrema importância que estejamos apercebidos, quando o Senhor nos mostra com clareza, muitas vezes somos tentados a fazer da nossa forma, nossa própria batalha, e isto nos trava.

Por isto que quando Deus nos manda uma resposta precisamos estar com nossos corações abertos para fazer, mesmo que isto faça com que você quebre tudo que há na compreensão humana.

Precisamos manter nossa esperança e confiança no Senhor, Ele quem nos dará o caminho e a vitória…


Quarto Passo – Humilhe-se diante da presença de Deus e reconheça sua insuficiência.

Texto: II Crônicas 20:12

Nos três primeiros passos estabelecemos alicerces.

1º Reconhecemos para quem estamos clamando.

2º Reconhecemos que Este Deus tem poder e força para fazer tudo o que pensamos e mais, o que para nós ainda não existiu, nada é capaz de prevalecer sobre Ele.

3º Temos a segurança da Sua Palavra em nossas vidas.

Antes de seguirmos nosso passo, coloque em pratica agora os passos anteriores, tenha uma oração de comunicação com seu Deus, Ao invés de chegar pedindo apenas siga os passos, com certeza sentirá que uma confiança começa a nascer, quando reconhecemos o poderio de Deus em nossas vidas, quem Ele é, que nada pode resistir ao seu poder e amor, que Ele pode atuar em nossas vidas, quando nos lembrando de Sua Palavra e a temos como fundamento, poderemos então dar o nosso próximo passo que é algo que fazemos, é uma atitude nossa diante de Deus.

Neste quarto passo, precisamos reconhecer que não há como agirmos por nós mesmo, precisamos reconhecer nossa incapacidade.

Jeosafá era um homem poderoso, muitos reis preferiram lançar mão da vida da nação do que reconhecer que não eram suficientes para vencer a batalha, muitas vezes nós abrimos mão da vitória por que não abrimos Mao de nosso ego diante de Deus.

Se em nós houver a certeza que o temos suficiência quanto as nossas vidas, e batalhas o Senhor vai nos deixar livres pra que lutemos com nossas próprias forças.

Jeosafá reconheceu sua insuficiência diante da circunstancia, sabia que não poderia ter vitória sem a presença de Deus em sua vida, Jeosafá se lembrou das palavras de Deus á Salomão, em II Crônicas 7:14.

14

“E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.”

Jeosafá era assim como nós um homem, que muitas vezes olha pra si, mas ele quando olhou pra si resistiu pensar que poderia fazer algo por sim, compreendeu que Deus somente poderia agir se ele reconhecesse que não poderia acontecer nada por ele.

Se você deseja que Deus haja em sua vida, será preciso que você saia do trono, se nós continuarmos governando nossas vidas, Deus jamais poderá nos abençoar. Jeosafá quando se colocou diante do povo em pé e apregoou jejum e oração, ele estava entregando a Deus o governo do povo e da situação.

Jeosafá se firmou na Palavra de Deus e no poder que há nesta palavra, não deu ouvidos as circunstancias e nem para as palavras e até mesmo para si, deu ouvidos para o que Deus já havia falado, e percebeu que precisava então se humilhar diante do Senhor.

Quando pedimos a Deus uma direção, mas continuamos com as rédeas nas mãos, somos como o pai que apresenta a criança uma escolha, se a criança faz a coisa certa o pai apóia, mas se não, o pai traz muitas regras para que ela cumpra. Na verdade a criança não teve escolha.

Muitas vezes pedimos a Deus que tome o controle de nossas vidas, e quando Ele faz o que nos agrada então estamos satisfeitos, mas quando Ele age diferente do que desejamos então nos rebelamos, isto é o mesmo de não darmos as rédeas pra Ele, dar o governo de nossas vidas pra Deus é mais do que deixar Ele fazer, é confiar em Seu método. Na sua maneira de fazer.

Precisamos fazer uma escolha quando entramos diante da presença de Deus, precisamos fazer uma escolha quanto ao que realmente queremos, se queremos a nossa vontade e nossas forças, ou se queremos.

Nosso poder espiritual reside exclusivamente em estarmos confiantes, na presença do Senhor, até que façamos isto não teremos conseguido dar os três primeiros passos diante do Senhor, assim que confiarmos em Deus, precisamos nos humilhar diante da presença do Senhor.

Enquanto tivermos em nossas mentes outros caminhos, Deus jamais nos fará viver milagres, não podemos ter cartas na manga com Deus, ou cremos e nos lançamos, ou não vivemos.

Precisamos morrer pra nós mesmo, veja o que João disse em João 12:24, sobre que a semente pra nascer precisa morrer…

Muitas vezes assim como está descrito na Palavra de Deus que aconteceu com muitos, somente quando chegamos em um limite máximo, que damos espaço para que o Senhor tome seu lugar em nossas vidas. Contudo a humilhação não precisa ser assim não precisamos estar no fim de nossos recursos para reconhecermos que Deus faz, se reconhecermos que Deus é quem faz, então Ele assim fará.

Precisamos nos humilhar perante o Senhor e isto significa, que precisamos morrer para nosso eu nos humilharmos não é olharmos pra nós como um lixo, sim deixar que o Senhor tome o controle de nossas vidas, é deixarmos as rédeas, é entrarmos na presença de Deus, desarmados, sem carta na manga, é entrarmos na presença de Deus sabendo que Ele nos ouvirá, sabendo que Deus é capaz de realizar.


Terceiro passo – Resista … O segredo da Palavra de Deus

Texto: II Crônicas 20:9

Passo 1 – Reconheça quem você está chamando.

Passo 2 – Lembre-se do que Deus fez por você no passado.

Lembre-se que Ele é o mesmo ontem, hoje e eternamente.

Este capitulo também poderia ser chamado de conheça o seu fundamento. Depois que Jeosafá reconheceu quem era Deus, reconheceu tudo o que Deus já havia feito no passado, ele começou a relatas exemplos do poder de Deus.

Vivemos em uma determinada época em que o poder é muito bem transmitido pelos meios de comunicação, são governos, militares, potências, grandes indústrias, nomes… temos uma consciência de poder muito clara, sabemos distinguir quem tem e quem não tem, por conta de seus feitos.

E da mesma forma Deus quer colocar fundamento espiritual sobre as nossas vidas, São frutos em nós que Deus quer colocar que fará das nossas orações não uma formula decorada, pois não estará mais falando a alguém e sim a Deus, que detém todo o poder.

Se olharmos para o mundo, perceberemos que todos os poderes que nele há, existem por que o Senhor governa sobre todas as coisas, Deus está acima não apenas de poderes humanos, mas está acima de todos os poderes que existem.

O maior poder de todo o mundo, é o poder da Palavra de Deus e se tivermos este fundamento em nossas vidas, então teremos o poder atuante de Deus em nós e através de nós.

Jeosafá estabeleceu a pedra de esquina, o que muda tudo no versículo, 9, dizendo que a base verdadeira da sua aproximação com Deus é ficar diante da casa de Deus, que continha o nome e a Palavra de Deus.

O que Jeosafá estava dizendo era: Senhor não estou aqui, por conta de alguém ter me falado, ou por base de uma mitologia, superstição, ou algum outro tipo de poder, estou aqui por que tu declarastes a tua Palavra a mim.

Jeosafá se firmou na Palavra de Deus, e não em alguma crença que pudesse encontrar. SE você quiser vencer então vai precisar viver o conhecimento desta palavra.

SE você quiser realmente viver uma resposta de Deus, veja em que este pedido esta sendo baseado… será que foi baseado em uma crença, ou em uma palavra não divina… Deus somente poderá operar em nós quando nossas orações estiverem baseadas na Sua PALAVRA.

Um grande segredo então é nos colocado a frente: Deus pela sua palavra diz, que Ele esquadrinha nossos corações e pensamentos, conhece o desejo real de nossos corações e muitas das nossas orações são feitas não pelo nosso coração e sim por uma obrigação espiritual auto-imposta.

Ex. Você pede para que Deus te abençoe financeiramente, por que você tem que entregar o dízimo, Deus nunca vai te abençoar por que em seu coração não há o desejo de ser abençoado, e sim uma obrigação espiritual imposta, e este é o motivo de muitas vezes fazermos e nada nos acontecer, Deus apenas responderá quando em nós houver o desejo de viver este fundamento, quando em nossas orações houver a intenção correta sendo utilizadas pelas palavras deste livro.

Deus responde as orações feitas baseadas na Palavra de Deus, e quando esta se torna fundamento em nossos corações, ou seja, desejo genuíno de nossos corações, isto é uma oração fervorosa.

Somente quando há uma transferência das tabuas da Lei para as tabuas do coração é que viveremos de fato as respostas do Senhor, se firmar na palavra é viver esta palavra como seu fosse sua vida, sendo ela sua vida e assim o poder de Deus derramado será em nós.

Números 23: 19 cumprimento das promessas de Deus.Precisamos ser capazes de nos lembrar das promessas de Deus afim que esta se torna viva em nossas orações.

Precisamos então dispor de tempo para entender, conhecer o que está escrito na palavra de Deus, tudo o que conhecermos viveremos, esta é a promessa.

Conhecer e colocar em prática.

Só a Palavra de Deus, pode permitir que você saiba onde exatamente ficar, quando permitimos que o pecado e as concessões tomem parte da nossa vida, não sabemos mais onde está o verdadeiro ponto da palavra, por isto que precisamos tomar uma decisão, qual caminhos seguir…

Ex. Médico - somos muitas vezes enganados e mortos por que muitos dizem que não é conclusivo que o pecado Mata as pessoas espiritualmente, as pessoas estão morrendo e não estão se dando conta disto, pois o pecado adormece a nossa alma, contudo não nos livra da sentença que ele mesmo trás, morte. Não podemos fazer concessões diante de Deus e de sua palavra se não vamos padecer.

Jeosafá sabia que sua vida estava coerente diante da palavra de Deus e que nada que lhe sobreviesse seria por conta de não estar na presença de Deus, Ele sabia que se algo lhe acontecesse a conformidade o fundamento espiritual que estava com ele, palavra de Deus lhe daria livramento e o Senhor deseja fazer o mesmo a nós, deseja nos trazer uma verdadeira liberdade diante da Sua Palavra.

Quer nos dar fundamentos… firmeza para que possamos nos aproximar diante da presença do Senhor e recebermos de fato as nossas vitórias.

Seja qual for a sua necessidade firme-se na palavra de Deus, Ele prometeu então ele assim fará.


Segundo Passo – Lembre-se do que Deus já fez por você em tempos passados.

“Porventura, ó Deus nosso, não lançaste tu fora os moradores desta terra de diante do teu povo Israel, e não a deste à semente de Abraão, teu amigo para sempre?” II Cr. 20:7

Precisamos conhecer os registros dos feitos de Deus na Bíblia. È importante a nossa fé sabermos como é que Deus agiu com seu povo diante de diversas situações difíceis sejam físicas ou espirituais.

Jeosafá além de trazer a memória o que Deus foi capaz de fazer pelo seu povo, Jeosafá traz a luz uma grande verdade, que é Deus foi, Deus é e Deus Será (Eu sou).

Deus é um Deus que é presente no imediato, na circunstancia do agora, do hoje… Deus é socorro bem presente na hora da angustia.

Vamos analisar o salmo 23, Ele traz uma grande verdade sobre como Deus age no reino, O Senhor é o meu pastor, ou seja, o Senhor é meu cuidador, aquele que me protege, sustenta-me, respalda-me… há uma relação pessoal com este Deus, e esta relação traz o convencimento de que com certeza nada nos vai faltar, e o salmista Davi continua dizendo que ele vai preparar o melhor tempo (pastos verdejantes, mansamente as águas tranqüilas, refrigera alma, independente das circunstancias, e ainda que haja momentos ruins não terá motivos pra temer pois jamais estará sozinho, a vara e o cajado, ou seja a palavra de Deus o consolam, e além de tudo prepara uma mesa perante os seus inimigos, te dando lugar de honra, derrama sobre os seus a sua justiça.

Jeosafá descobriu que não faria diferença nenhuma em sua vida, o relacionamento que seu pai, seu avô… tiveram com Deus, se ele quisesse de fato conhecer a Deus ele teria quer ter um relacionamento pessoal.

Temos em Isaias 43:2 Uma promessa grandiosa do Senhor para nossas vidas, o Senhor na Sua Palavra afirma que Ele está conosco… que Ele deseja ter um relacionamento pessoal conosco.

A relação pessoal de Deus e o homem está revelada de muitas maneiras na Bíblia. Deus é um Deus pessoal capaz de se colocar no meio de nossas dificuldades para nos livrar. Você é aquele que Deus livrará nos tempos de angustia, por mais que as circunstancias se mostrem como verdadeiras fornalhas, se você se mantiver firme, você não se queimará.

Assim como Pai, Deus não nos tira do meio dos problemas, mas Ele nos livra, ou seja, Ele nos dá a vitória, ou seja, o fato de estarmos passando por algum problema não significa que Ele não esteja cuidando de você, pelo contrário, significa que você vai começar a ver o cuidado Dele.

Deus é um Deus que cuida do universo todo, e é capaz de zelar pela sua vida! Deus está interessado nos mínimos detalhes da sua vida, e quer mais do que um momento conosco, quer ser presente, se relacionar conosco.

O processo espiritual é impossível sem relacionamento pessoal com Deus.

O relacionamento de Jeosafá com Deus, o levou a olhar para Deus e perceber que Ele era o mesmo Deus que Ele confiou todo o tempo e isto possibilitou por ter este conhecimento Jeosafá a ter fé.

Jeosafá saiu do estático (crença), para o dinâmico(fé). A fé cresce quando alimentada pelos atos de Deus, mas isto é apenas o começo.

Pare um momento, e comece a analisar tudo o que Deus já fez em sua vida, livramentos, curas, respostas…

Assim que você terminar, comece a olhar para Bíblia e perceba o quanto Deus pode ainda fazer por você!

Hebreus 13:8 – Jesus é o mesmo ontem hoje e eternamente.

Entenda: O que Deus fez seja por quem foi, Ele pode fazer por você, Ele é um Deus que tem poder sem limites.

O mesmo amor, o mesmo olhar, continua perpetuamente sobre a sua vida e Deus quer cuidar de você, te libertar do seu problema do que está te preocupando.

Lembre-se do que Deus fez no passado, e você saberá o que fará por você no futuro. A medida que guardamos este conhecimento, nos tornamos intocáveis quanto as adversidades que enfrentamos, pois o povo de Deus perece por falta de conhecimento, contudo a medida que este conhecimento se torna real em nossas vidas Ele nos faz viver a realidade que há no poder de Jesus Cristo.

Para isto se lembre, para conhecer a Cristo, é preciso relacionamento.

Somente quando damos oportunidade para os problemas se tornarem maiores do que nossa fé, é que estamos em perigo.

O que Deus já nos ensinou hoje?

Primeiro passo – reconhecer quem Deus é

Segundo passo – Lembrar do que Deus já fez, e não se esquecer do que está escrito na Palavra de Deus faz com que tenhamos uma fé dinâmica e não estática.


Primeiro Passo – Reconheça que quando você ora está clamando pelo Deus Todo-Poderoso 2 Cronicas 20

“Ah Senhor, Deus de nossos pais, porventura não és tu Deus nos céus?”

O primeiro passo de Jeosafá no sentido de resolver seu problema foi reconhecer quem estava chamando, ele concluiu que o Deus pelo qual clamava era o Deus dos céus, Deus da criação.

Para que você possa entender a magnitude desta afirmação no reino espiritual, saia em uma noite estrelada e localize uma ursa maior, os astrônomos acreditam que nesta constelação há mais de um milhão de galáxias, o universo tem este tamanho.

Jeosafá se lembrou da palavra de Davi: “Os céus manifestam a glória de Deus, e o firmamento anuncia a obra das tuas mãos”.

Se você estivesse no lugar de Jeosafá o que você faria? A nação depende de você, estão encarando destruição… será que estaríamos recordando as glórias de Deus?

Muitos de nós com certeza estaríamos fazendo parte do clube “me-dá”, os que marcam presença em suas orações, me dá, me dá, me dá…

Clamaríamos a Deus para destruir nossos inimigos… mas o que fez Jeosafá?

Ele não mencionou seus problemas no começo da sua oração, Ele tem uma forma especial de abordar o Deus da criação, ao invés de chegar pedindo, Ele chegou exaltando a excelência deste poderoso Deus, o reconhecendo por tudo o que Ele é poderoso para fazer e o que já fez.

Jeosafá não estava fazendo isto para construir em si uma confiança para crer que Deus poderia, Ele não estava tentando se convencer de quem Deus era, ou de mover a mão de Deus, ele estava dando apenas uma injeção de animo para sua fé que já acreditava em tudo o que ele estava falando.

Nas entrelinhas Jeosafá estava apresentando seu problema, mas dizendo, vou te pedir que faças algo dentro de aproximadamente 20 minutos, , enquanto estiver orando, vou suplicar que faças o que tenho certeza que és plenamente capaz de fazer, tens feito e farás novamente.

Jeosafá não colocou Deus a prova simplesmente não se esqueceu que Ele é poderoso para fazer…

Ao invés de falar de seus inimigos, envolveu-se em seu relacionamento com Deus.

Perceba os versículos seguintes vs. 6 ( O Senhor é um Deus de poder) o poder que Jeosafá se refere, não é um poder comum, e sim ativo, mobilizador, disponível e essencial, não é o potencial de ação de Deus, e sim um poder que se desloca, que tem registro de desempenho.

O DEUS A QUEM SERVIMOS É UM DEUS SEM LIMITES DE ATUAÇÃO, SEU PODER É MAIS DO QUE UMA POTÊNCIA, É MÓVEL… CONSTANTE E ESSENCIAL OU SEJA É PARA HOJE E PARA VOCÊ, PARA SUA VIDA AGORA!

Se você quer dar o primeiro passo você precisará se convencer desta verdade em seu coração. O Deus que realizou tudo o que está escrito nas passagens da Bíblia, é o mesmo que está conosco em nossas vidas, e é capaz de fazer toda e qualquer coisa pra que possamos viver a realidade de Seu poder.

Ele é o Deus que pode mandar fogo do céu, que faz um jumento falar, os falsos profetas não o resistiram e ao Seu poder, o seu fogo foi aquele que consumiu a oferta e o incenso de Elias, o leão não pode com o poder de Deus e sansão o destruiu, os filisteus não o puderam suportar também e Jonatas os venceu, foi seu poder que escudou Sadraque, Mesaque e Abdnego, na fornalha de fogo ardente, esquentado sete vezes; nenhuma doença deteve este poder, nenhum demônio pode com este poder; quanto aos surdos, Jesus dizia, OUVE e a sensação do som era registrada em seus cérebros e aos mudos Ele dizia FALA eles pelo poder de Deus falavam…os elementos naturais não puderam se opor a este poder, a tempestade o obedeceu…

Jeosafá em sua oração estava dizendo Eu sei que tu podes fazer, e sei que farás… ( Me curará, me dará filhos, me dará uma família, trará meus amados pra perto, me curará de doenças como câncer, artrite, colesterol, dores no corpo, pressão alta, pressão baixa, tireóide, e toda outra doença… livrará meus filhos de maus caminhos, das drogas, livrará minha vida de pecados, de miséria, de necessidades, de dívidas, salvarás minha mulher, meu marido, trarás união ao lar de novo, trarás vida aos sentimentos, trarás paz…

Deus não é pela força nem pelo poder que derrotaremos os inimigos… não importa quão grande sejam os exércitos, os problemas, as dificuldades, não importa quanto possa estar sendo difícil, e impossível… O Senhor já mostrou várias vezes que o numero de nossas dificuldades, que o numero do exercito jamais determina o lado vitorioso, nossa vitória não está nas proporções E SIM NO SEU PODER DE LIVRAR!!

PENSE NISTO POR UM MOMENTO, PENSE NO QUE DEUS ESTÁ TE DIZENDO AGORA, VOCÊ NÃO TEM SUA VITÓRIA DETERMINADA PELAS CIRCUSNTANCIAS E SIM PELO PODER DE LIVRAR DE DEUS.

Aplique isto as suas crises, seus problemas, a sua lista de pedidos de oração, não será a quantidade de dinheiro que resolverá seu problema e sim o poder de Deus a benção de Deus, ativo sobre o que você possui, e não importa quanto seja.

A resposta da cura esta não nos tratamentos e sim no poder ATIVO de Deus em sua vida, Ele tem um poder que liberta.

Precisamos ter em mente que a palavra de Deus quando faz parte de nossas vidas, quando há de fato um conhecimento da palavra de Deus nós vivemos de fato o poder desta palavra, o Espírito de Deus é o que movimenta esta Palavra, por isto há vida, por isto esta palavra é tão dinâmica e vital, é uma palavra que onde estiver estará gerando vida, se você colocar em prática na sua vida, se você fizer conhecidos diante da presença do Senhor seus pedidos na Palavra de Deus Ele lhe concederá a resposta.

Deus está nos dando uma grande chave, nos ensinando que há um meio especial de nos aproximarmos Dele, e este é usando as Suas Palavras, veja João 15, as palavras de Deus em nossos lábios, sendo apresentadas a Ele nos fazem entrar na dimensão do Espírito, temos respostas, vemos a ação do poder de Deus em nossas vidas, para isto precisaremos conhecer esta palavra, precisamos entrar diante da presença de Deus com a palavra Dele em nossos corações e em nossos lábios.

Precisamos diferenciar o clamor da lamuria, clamar é chegar diante de Deus se lembrando de quem Deus é e com as palavras Dele, pra que sejamos ouvidos precisaremos estar diante dele não com palavras humanas, e sim com as Palavras que Ele tem liberado sobre nós, a lamuria, é chegar diante da presença de Deus com dó de si mesmo, ou tentando ensinar a Deus como Ele deve fazer o milagre, ao invés de um reconhecimento, desejamos nos usufruir de suas obras, mas queremos ser os senhores das obras.

Jeosafá estabeleceu isto em sua mente, com exatidão estabeleceu em sua mente a quem Ele estava pedindo libertação, e qual o potencial que Deus tinha na vida Dele, você precisa esclarecer dentro do seu coração a quem você está clamando e o potencial que este Deus tem na sua vida, para Jeosafá Ele é o Deus de toda criação, e para você, quem é Deus?

Isto pode mudar todas as coisas…

LEMBRE-SE na hora da prova Jeosafá esfriou sua cabeça no altar, ele não se desesperou pois ele sabia que havia um Deus nos céus a quem buscar, você tem um Deus a quem buscar não está sozinho, o medo levou Jeosafá a orar fervorosamente ao Senhor e você o que o medo tem feito você fazer, e como tem sido sua oração, quem é o Seu Deus?

A oração de Jeosafá não foi de pânico, e sim uma oração sincera, pois o Deus de Jeosafá tinha poder ATIVO…

E QUANDO ELE COMEÇOU A PEDIR SUA FÉ ESTAVA TÃO ELEVADA QUE FOI ALEM DE SUAS NECESSIDADES, A MEDIDA QUE SUA FÉ COMEÇOU OUVIR AS PALAVRAS DE QUEM DEUS É E FAZ, A FÉ GENUINA FOI SENDO CONSTRUIDA NO CORAÇÃO DE JEOSAFÁ, ELE TINHA AGORA O PODER PARA VENCER 100000 MAIS DO QUE PRECISAVA VENCER, ELE LIBEROU EM SUA VIDA O PODER LIBERTADOR DE DEUS SOBRE SUA VIDA E NAÇÃO DE ISRAEL….

Há um segredo para se achegar diante da presença de Deus e alimentar sua fé, é saber que você não está chegando diante da presença de um homem, e sim que você é canal para viver as bênçãos deste Deus.

Você está diante da presença de um Deus, do Pai Celestial e você está literalmente diante da presença Dele, você não está recitando o credo, ou algo que seja, você está se comunicando com o mais alto poder que existe, não há quem possa se assemelhar a este poder, e a Deus, nada pode detê-lo, nada pode surpreende-lo… e Ele está te escutando.

É DEUS QUEM ESTÁ AÍ, DO SEU LADO OUVINDO SUA ORAÇÃO, O PRÓPRIO DEUS!!!

DÊ ESTE PRIMEIRO PASSO E ESTABELEÇA O ALICERCE DA ORAÇÃO RESPONDIDA, NÃO ENFERMIDADE QUE ELE NÃO CURE, NÃO HÁ MILAGRE QUE ELE NÃO FAÇA, NÃO HÁ NADA QUE ELE NÃO POSSA FAZER…. ELE ESTÁ ACIMA DE TUDO!

Lembre-se sempre que não é Deus quem ter que te lembrar das promessas que Deus tem te dado, e sim nós é que temos que trazer sempre à memória as promessas, as palavras de Deus para nossas vidas, pois Deus somente irá nos responder mediante ao valor e conhecimento que temos destas palavras, se nos esquecemos, não receberemos, se não levamos estas palavras diante do altar não viveremos estas, se em nossas orações não houver o respaldo da palavra de Deus então ali não haverá o movimento do Espírito Santo, o poder ativo de Deus ali não estará.


Sete passos para vitória pessoal – Morris Cerullo – Introdução: Passo a passo

A Bíblia afirma que o conhecimento da verdade nos trás libertação pois a verdade liberta.

Morris Cerullo quando escreveu este livro, teve por objetivo e inspiração divina a resposta à pergunta: Por que há orações que não são respondidas?

Não podemos varrer para debaixo do tapete as orações não respondidas, precisamos conhecer a verdade de Deus para elas, muitas vezes somos tentados a desistir de nossas orações pelo fato de não recebermos respostas, e o segredo está em justamente trazermos á luz a verdade de Deus para as nossas vidas.

Estas semanas são mais do que estudos, se colocadas em prática poderão trazer a vida os propósitos de Deus para sua vida, o Senhor nos dá a oportunidade de não sermos mais os mesmos.

E para que possamos dar o primeiro passo precisaremos nos preparar, assim como nos preparamos para uma corrida, precisamos nos preparar para darmos estes passos, e a primeira coisa que precisamos compreender é que se quisermos ter uma vida de vitórias precisaremos então DESEJAR, termos uma vida de vitória, mas não apenas um desejo passageiro, mas deve haver um desejo real, “tudo o que recebemos de nosso Pai celestial, tanto no reino natural, quanto espiritual , esta baseado em nossos desejos. Temos que desejar uma vida cristã vitoriosa, ou ela nunca será nossa”.

Geralmente satanás nos convence a nos acomodar como as coisas estão indo, como as coisas estão acontecendo, nos dizendo que é assim e nada pode mudar, nos dizendo que nossas orações não estão sendo ouvidas, nos dando uma idéia de tempo que desgasta nossa alma… pois ele sabe que um coração desejoso não deixa de lutar diante da presença de Deus, as pessoas que vivem os milagres de Deus são aquelas que aspiram por eles constantemente.

Contudo o desejo é apenas a primeira coisa que precisamos compreender, a segunda é a oração, o desejo por si só não é suficiente. “ A oração feita por um justo pode muito em seus feitos”.

A oração que Tiago estava afirmando, é uma oração com fervor, ou seja uma oração que nasce de dentro do coração, por isto que é tão importante o desejo, pois ele causa este fervor, e a oração faz deste fervor presente na presença de Deus.

DEUS QUER QUE VOCÊ TENHA VITÓRIA COMPLETA EM SUA VIDA.

Satanás tenta nos enganar dizendo que nosso tempo não chegou, que ainda não é tempo de Deus nos responder, mas este não é o plano de Deus para você Ele deseja que suas orações sejam respondidas, que as coisas aconteçam em sua vida e ministério.

Jesus veio para conquistar na cruz a sua vitória, e não permita que satanás coloque na sua mente a sugestão de que é vontade de Deus ver você derrotado sofrendo.

A vitória que Deus deseja te dar pode ser aplicada as maiores crises que a vida pode lhe oferecer, a vitória está intimamente ligada na habilidade de aplicarmos a palavra de Deus em nossas vidas, não importa quão grande seja o seu problema, não importa o que você tem passado, ou quanto tempo isto durou, o que importa é que a revelação do Espírito Santo se aplicara a sua caminhada diária e todos os seus pequenos problemas. Lembre-se que a maioria das crises é a soma de pequenos problemas que foram se acumulando.

As crises são explosões de problemas que não encaramos, não resolvemos, pensamos que o tempo resolverá, mas o tempo não resolve problemas, os problemas somente são resolvidos quando encarados firmemente.

A Bíblia afirma que são as raposinhas que fazem mal as vinhas, ou seja são aquele problemas que deixamos passar, que não cuidamos que não tratamos, que não damos atenção, eles são os maiores geradores de crises, seja em casa, na família, seja no trabalho, ou interiormente, eles drenam nosso poder espiritual, o que deveríamos estar utilizando para viver uma vida de vitórias.

Leitura do Texto de II Crônicas 20

Este texto fala sobre o poder que muitas vezes os mundo tenta manifestar sobre os filhos de Deus, e uma das primeiras coisas que ele utiliza por ferramenta é o medo. Vemos que esta estratégia tem sido muito utilizada em nossas vidas. Satanás é um mestre quando se trata em um jogo de poder, ele vai tentar te atemorizar com o poder que ele demonstra ter, mas lembre-se que aquele que conhece a palavra de Deus tem a vitória. Mateus 4:1-11 (Tentação de Jesus no deserto).

O poder que temos não está nas armas materiais… está no poder do Espírito Santo, então por que a maioria das pessoas e das igrejas tem optado por armas carnais em uma guerra espiritual? Medo de falhar, de ser ridicularizado, medo de ser desprezado. O medo é o pior inimigo do homem.

De onde vem o medo? A Bíblia afirma que o medo produz tormento, uma pessoa com medo paralisa. (I João 4:18)

Quando Jeosafá recebeu a noticia que Amom, Moabe e os da montanha de Seir estavam conspirando contra Judá, teve medo, por que sabia que por forças naturais não poderia vencer.

O medo poderia paralisá-lo, e assim ele seria totalmente assolado pelas nações, quando deixamos o medo tomar conta de nós somos enfraquecidos a ponto de sermos derrotados antes mesmo da batalha.

O medo pode determinar nossa vitória ou nossa derrota, se por um lado o medo pode ser o maior inimigo de nossas almas, ele pode se tornar um trampolim para reagirmos da forma correta, precisamos então fazer uma escolha diante as situações.

Se o medo te leva diante da presença de Deus, em busca de respostas e socorro, então ele se tornou um aliado para sua vitória.

Algumas pessoas, somente procuram a Deus, motivadas por um medo, como por exemplo, uma noticia trágica, uma doença… podemos viver uma vida muito egocêntrica mas quando passamos por uma fase difícil passamos a valorizar a presença do Senhor, nos lembramos das palavras do pregador…

Corremos a casa de Deus com petições, mas o Senhor deseja ser mais em sua vida, deseja que você tenha mais do que vitórias, Ele deseja que você tenha uma vida de vitórias.

Jeosafá era um homem de Deus, ele temeu (vs.3) e quando ele temeu propôs que a congregação buscasse a face de Deus.

O que tem acontecido em sua vida, como você define sua vida? È uma vida de vitórias ou uma vida que contem vitórias? Deus quer transformar sua vida, se você desejar estar vivendo de fato uma vida de milagres você precisará agir assim como Jeosafá, deixar de se paralisar com medo e tormento, e correr para os pés do Senhor.

Se você deseja viver o conhecimento da revelação da Palavra de Deus para sua vida, entre diante da presença de Deus e entregue sua vida, e situações diante da presença de Deus, e peça para que Ele abra seu entendimento, para que você entenda as verdades e revelações que Deus tem para sua vida.

Quando você chegar em casa peça a Deus para lhe ajudar a montar um gráfico de sua vida, quem é você hoje, que tipo de pessoa você é, quais são seus sonhos, suas dificuldades, o que tem te prendido, o que tem te atormentado… depois em outra folha, coloque os desejos do seu coração quanto ao que Deus pode fazer em sua vida, e com fé escreva, quando acabar de orar peça a Deus que te dê a fé para dar os passos para compreender a revelação de Deus para sua vida e que você possa colocar em prática sobre estes pedidos a palavra de Deus.

O conhecimento da Palavra de Deus trás vitórias para a vida toda nos dá uma vida de vitórias.


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 51 outros seguidores