Desejando, sempre, honrar ao Senhor…

Este texto foi escrito em Julho de 2005…

Texto de Julho de 2005

Não estou falando em reencarnação, mas de um capricho da natureza.
Digamos que: logo após dar o Grito do Ipiranga e proclamar a independência
do Brasil, D. Pedro I fosse transportado no tempo para o Brasil do século
XXI, e ao chegar no futuro do seu Brasil imperial, desejasse conhecer o que
aconteceu desde o seu ato heróico ate os dias de hoje e pedisse para que eu
ou você lhe ajudasse com tal conhecimento.
Talvez a primeira decepção fosse saber que eu ou você teríamos tempo
suficiente porque estamos desempregados como tantos outros milhões de
brasileiros e não sabemos nada a respeito da nossa historia.
Talvez então D. Pedro I pedisse para que lhe indicássemos uma escola, afinal
de contas as escolas servem pra isso. Pobre D. Pedro I. Descobriria
professores públicos que, por descaso ou por necessidade, fazem greve todos
os anos. Descobriria crianças que vem pra escola só por causa da “merenda”
ou então por uma tal de bolsa escola que os pais recebem. Descobriria que é
um dos paises mais ricos do mundo só pelo simples fato de ser Brasil, que o
verde de nossas matas já não é tão verde e nem tão nosso. Ouve falar de
siglas como F.M.I.e E.U.A. e descobre que apesar do Grito do Ipiranga o
Brasil ainda não é independente, mesmo depois de tanto tempo. Descobriria
jovens que aos 18 anos são considerados maiores de idade, mas que ainda não
sabem ler, acostumados a estar em gangues, que planejam e executam crimes
que mesmo hoje nos assustam.
E chega a noite do 1º dia.
Cansado, D. Pedro I lembra das suas concubinas e como de costume vai atrás
das “mulheres”. Percebe que agora estão abundantes e que não ficam mais em
casas e sim nas esquinas. Ouve falar novamente de umas siglas: DST, AIDS e
decide:
“–Enquanto estiver neste Brasil, serei casto”.
Quem diria, D. Pedro I no Brasil de hoje seria casto.
Naquela madrugada, decide ir ate a capital e usar seu poder de imperador
que, afinal de contas, deve ter algum valor. Pobre D. Pedro I. Se estivesse
no nordeste seria chamado de Retirante da Seca, Paraíba, e iria viajar em um
pau-de-arara. Caso estivesse em outra região pegaria uma carona em uma
dessas caravanas do MST (outra sigla para enlouquecer nosso imperador) que,
de tempos em tempos vão para a capital. Imagina então que o nosso governante
é um homem muito ocupado, justo, afinal ele vai ouvir todas estas pessoas
que confiam nele. Pobre brasileiro, opa desculpem, pobre D. Pedro I.
Descobre que o tal governante esta viajando, como já é de costume, diga-se
de passagem, desde outros mandatos.
“– Bom, ele deve ter ministros”. Pensa ainda com esperanças.
E descobre ate ministro ocupado, fazendo show em um país muito distante,
chamado França. E repetiu a frase dita por um garoto da escola em que
visitou no dia anterior ao ser indagado sobre seu futuro:
“– Fazer o que ne?”.
D. Pedro ainda viu senadores ocupados com outra sigla: CPI. É CPI disso, CPI
daquilo. Ouviu falar de um tal careca irresponsável, ou responsável por um
tal de mensalao.
Saiu correndo daquele lugar, tentou se recompor, afinal de contas ele era um
herói, que ninguém lembrava,
“– Mas sou um herói, pelo menos em outra época”. Repetia preocupado.
Deu uma boa olhada em si mesmo no reflexo do espelho d’água, e reconheceu em
si mesmo o olhar do desempregado, do garoto da escola, das prostitutas e dos
sem-terra.
Diante disto tudo, D. Pedro I deu outro brado, não mais de independência:
“– Brasil, teu presente te engana, teu passado é sonho e teu futuro é
incerto”.
Hoje, D. Pedro I aprendeu a usar a internet e digita textos como este, para
aqueles que ainda se importam lerem.
Ah! Mudou o nome para Pedro do Brasil.

Sérgio Inojoza

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s