Desejando, sempre, honrar ao Senhor…

O que devemos esperar diante de tais coisas que nos acontecem?

Tudo o que nos acontecem faz parte de um propósito específico de Deus, que vai muito mais além do que podemos imaginar, muitas vezes chegamos até a acreditar que algo muito ruim nos está acontecendo.

E ai que entra o grande momento das nossas vidas, dependendo de como nós nos comportamos, assim será o desfecho de nossa história.

Se ousarmos a acreditar que algo bom está acontecendo enquanto nós estamos passando por estes momentos, então seremos capazes de ver com clareza o poder de Deus sobre nossas vidas, pois quando nos dedicamos a ver o bom, deixamos o que não importa para trás, escolhemos nossas prioridades.

E o contrário também pode acontecer, podemos dar apenas atenção ao que não gostaríamos de estar vivendo, e o que nos acontecerá é que somente veremos o que está a nossa frente.

É mais fácil questionar, reclamar… mas assim nós nunca vamos vencer…

E Ester é um grande exemplo de alguém que rejeitou ver as circunstancias como elas pareciam ser para ver o que de fato estava acontecendo.

Quantas vezes parece que ta tudo indo muito bem, em nossas vidas, e de repente tudo se transforma?

Aconteceu isto com Ester. A rainha Vasti se negou a obedecer a voz do Rei e foi desposada… e o que isto tinha a ver com Ester? Nada ao nossos olhos… mas como não conhecemos todas as coisas…

Ester filha de seu tio, Mardoqueu, morava em Susâ, sendo eles povo deportado, não natural da terra, mas Ester mui bela, chamou atenção.

Bom sendo ela levada para o palácio ouviu o conselho de seu tio, que lhe disse para não contar a ninguém de onde era. “ Usar de sabedoria”.

Lembre-se que ninguém explicou nada a Ester do que esta sucedendo. Ela simplesmente aceitou. VS. 17 e Ester encontrou graça aos olhos do Rei e foi escolhida para tomar o lugar de Vasti.

Poderia até parecer uma humilhação tudo quanto Ester estava passando, pois de acordo com os costumes judaicos, nada disto tinha a ver com os planos de nenhuma judia.

Quantas vezes nos vemos em situações que tudo parece estar ao contrário, ao contrário de nossos sonhos, de nossas expectativas, parece que a cada dia o barco está afundando e não há mais jeito.

Mas lembre-se, há um grande motivo para que na Bíblia esteja escrito “ Não tenhais inveja dos malfeitores, nem tenhais inveja daqueles que praticam a iniqüidade”.

Ester estava calma, pois sabia que apenas por pertencer a Deus, não haveria desfecho melhor para sua história, ela sabia que não precisava viver os dias como alguém que tem se frustrado, mas sim viver-los como alguém que vive cheio de expectativas.

Qual era o maior desejo de Ester? Talvez ser honrada, reconhecida, ela já havia sofrido tanto…

Ester com o passar do tempo foi ganhando a confiança do rei, algo antes não alcançado por outras mulheres, após ter anunciado uma possível investidura contra o Rei Assuero.

Sabe, bons tempos eram aqueles, parecia agora que estava dando tudo certo… mas Hamã foi exaltado e com isto uma ira se acendeu contra Mardoqueu, pois este por mais que estivesse muito feliz não se prostrava perante o rei.

Mardoqueu por mais que se alegrasse não se esquecia de seus propósitos, e isto fazia toda a diferença, embora este a cada dia era mais perseguido.

Hamã descobrindo então que este era judeu, decretou a morte de todos os judeus no reino de Assuero, sendo por causa do não cumprimento das leis.

Quantas vezes somos colocados contra a parede, mesmo fazendo tudo certo, sempre tem que vir alguém e nos colocar como os errados da história.

E Mardoqueu e Ester se colocaram em suplicas diante da presença do Senhor, mas Ester fez algo mais, agiu com sabedoria.

Quantas vezes a falta de sabedoria coloca tudo a perder.

Imagine se Ester fosse correndo diante da presença do Rei e dissesse olha o que Hamã está fazendo…, o que aconteceria…

Ester fez um banquete e convidou Hamã para participar, e disse o rei ainda insistia em saber qual era seu pedido… mas Ester pediu mais um banquete no dia seguinte (lembre-se Deus não precisa de muito tempo para agir, Ele precisa estar livre), e assim lhe foi concedido, e passando Hamã por Mardoqueu, se indignou pois este não o temia.

Não podemos tremer diante das circunstancias e sim confiar em Deus que o mais fará. Por mais que o problema, as perseguições tomem grandes dimensões como a de uma forca de cinqüenta côvados de altura, não podemos tremer e temer diante delas.

Lembre-se Deus sempre ensinará aos homens sejam eles conhecedores do poder de Deus ou não o que fazer, quando nos deixamos este Deus atuar em nossas vidas com liberdade, e assim Deus leva ao rei a ler sobre MArdoqueu nas crônicas, e este questiona o que lhe deu em troca de sua notável feitura.

Então foi a procura de Hamã, que estava no pátio pronto para pedir a morte de Mardoqueu, e mandou que entrasse em sua presença e disse: que faria para honrar um homem? E hama, faz uma lista…e o rei manda aprontar todas as coisas…

Para Mardoqueu e Hamã então precisou realizar a ordem do rei, mas indignou-se e apressou a ter com sua família, e receber conselhos… a noite quando chegou ao jantar com o rei e Ester, o rei mito perturbado por não conhecer o desejo de Ester, pergunta mais uma vez, e Ester usando de sabedoria, diz que pedia por sua vida e de seu povo… e o rei não entende, e ela diz que há uma ordem de morte a todos os judeus…

Contudo precisamos entender o que foi que o Senhor orientou… o povo não estava colocando a sua confiança nos pés do rei e sim do Senhor, oraram e jejuaram por 3 dias… Ester acabando de rogar diz que seria uma grande perda ao rei…

Ester não estava ocultando sua descendência todo tempo, Ester se valorizou, pois sendo uma moradora de Susã sabia que tinha todos os direitos de um sasamita, mas quando se colocou diante do rei, suplicou pela sua vida, mas se valorizou, precisamos como cristãos, nos humilharmos diante do Senhor e nos valorizarmos como filhos de Deus diante do mundo.

O rei se indignou, mas no pátio pensava o que fazer… pois sua ordem já havia sido dada… lembre-se que mesmo que a ordem já tenha sido liberada sempre haverá uma saída quando estivermos diante da presença do Senhor em alegria… “Buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração”.

Foi quando um servo do rei disse há uma forca de cinqüenta côvados lá fora…

Alguém tinha que morrer naquela noite, querido, se a sentença de morte, de destruição estiver sobre vc, não significa que ela se sustentará, pois não há sentença humana que permaneça a presença de Deus.

Sempre o Senhor se manifestará e fará por nós justiça…

Por isto, apenas creia, e aja com sabedoria e se valorize, pois com honra o Senhor trata os seus, lembre-se: Nós sempre venceremos!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s