Desejando, sempre, honrar ao Senhor…

A escola de André João 6. 1 – 13

Este texto foi adaptado do livro A Quarta Dimenção do pastor Paul Yonggy Cho

Em nossas vidas, sempre existem momentos em que Deus deseja nos provar, não por gostar disso, mas buscando nos ensinar sobre a forma dEle pensar e agir. Deus sempre busca nos aproximar dEle. Hoje vamos ver como Deus faz isso nas nossas vidas e muitas vezes nem percebemos e perdemos a chance de conhecê-lo e viver o que Ele tem para nós.

Hoje aprenderemos uma nova forma de pensar, uma forma que vem direto do coração de Deus e só aqueles que desejam aprender mais de Deus são capazes de viver.

Em João 6.1 – 13 vemos um momento singular na vida dos discípulos de Cristo. Um momento em que não só as necessidades dos doze seriam saciadas, mas de toda a multidão (alguns estimam 20 mil pessoas com mulheres e crianças), e mais que isso, a fé de alguns seria despertada e de outros confirmada. Poderemos ver o exemplo de dois discípulos que na mesma circunstância agiram como muitos de nós agimos por não conhecermos o desejo do coração de Deus.

No verso 5, Jesus pergunta a Felipe: Onde compraremos pão para este povo comer? Perceba que o texto diz que Jesus queria por Felipe à prova. Jesus queria ensinar a Felipe uma forma de pensar que ele não conhecia. Jesus queria ensinar Felipe a pensar em milagres.

Mas por que Jesus ensinaria um discípulo desta forma? Felipe vivia com Jesus, andava com Ele, via Jesus libertando o oprimidos, expulsando demônios e mostrando que era o Filho de Deus. Se Felipe duvidasse disso já teria ido embora. Mas por que Jesus queria pô-lo a prova?

Tenho certeza que alguns agora cabem exatamente na posição de Felipe. Nós conhecemos Cristo, estamos sempre na igreja, louvamos, oramos, ajudamos e mesmo assim Deus insiste em nos provar. Por que isso?

Quase conseguimos ver Felipe correndo e fazendo uma comissão para estudar a possibilidade de alimentar a multidão. Veja qual foi a resposta de Felipe no verso 7: Filipe lhe respondeu: “Duzentos denários não comprariam pão suficiente para que cada um recebesse um pedaço!” (um denário era o valor de um dia de trabalho braçal nesta época) Apesar de andar com Jesus, Felipe não pensava em milagres, para ele algumas coisas eram impossíveis, e naquele momento alimentar a multidão era impossível. Mesmo sendo desejo de Jesus alimentar toda aquela gente.

Muitos de nós somos como Felipe hoje em nossas igrejas e nossas vidas. Conhecemos Jesus, somos cristãos exemplares, mas não vivemos os milagres que Deus deseja para nossas vidas. O Espírito Santo nos manda fazer alguma coisa que nasceu da vontade dEle, do coração dEle, coisas grandes, mas achamos que é impossível, pois não pensamos em termos de milagres pela vontade de Deus.

Mas, voltando ao texto, logo depois de Felipe dizer a Jesus que esta idéia não daria certo, André se aproxima e diz: Aqui está um rapaz com cinco pães de cevada e dois peixinhos, mas o que é isto para tanta gente?”André tinha ouvido a ordem de Jesus; sua mente aceitou o mandamento. Embora duvidasse, trouxe a Cristo o alimento que encontrou. André possuía o pensamento da possibilidade e mediante sua forma de pensar, captou a visão de Jesus Cristo. Em seguida Jesus abençoou os pães e os peixes e alimentou a multidão.

Todos os cristãos pertencem a Jesus. Mas em Cristo há duas escolas de pensamento: a escola de Felipe e a escola de André. Infelizmente muitas igrejas pertencem à escola de Felipe. Falam somente à cerca do impossível. Clamam que estamos em um deserto, que é tarde demais e as pessoas não podem ser alimentadas. Falam com pouca fé. Falam do impossível.

Deus se relaciona com cada um de nós por meio de nossa vida de pensamentos. Quando recebemos a Palavra revelada por Deus, nossos pensamentos são renovados por isso podemos ver milagres. Mas ao mudar nossos pensamentos e achar que é impossível, imediatamente começamos a errar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s