Desejando, sempre, honrar ao Senhor…

A Oração de Jesus – João 17

Um dos textos mais maravilhosos e profundos da Bíblia é a oração que Jesus fez no capítulo 17 de João. Não importa o quão longe você esteja da Igreja ou mesmo de Cristo, não há como não se impressionar ao ler as palavras do Mestre. Mas quando lemos este capítulo, muitas vezes deixamos passar despercebidos os desejos de Jesus enquanto orava.

No estudo de hoje vamos olhar alguns aspectos desta oração e buscar aprender e entender, com a ajuda do Espírito Santo, o que Jesus estava desejando para nós.

 Orando Por Si Mesmo

            Jesus começa esta oração de forma muito íntima em uma conversa com o Pai. Nela Ele afirma ter cumprido a sua missão e define o que é a vida eterna: “que conheçam a ti só por único Deus verdadeiro e a Jesus Cristo a quem enviaste.” (V.3). Isto nos faz entender algumas coisas: vida eterna não é viver para sempre. Mas sim, conhecer a Deus e a Jesus Cristo. Isso tem muito haver com João 3.16, João 3. 36 e com João 5.24 entre outros.

Conhecer a Cristo faz toda a diferença para a nossa salvação. É Ele quem virá nos buscar e nos levará para o lugar que já preparou. Estar perto dEle vai nos ensinar como devemos ser e assim evitaremos o pecado que nos rodeia sempre. Se não buscarmos viver no padrão que Jesus determinou não iremos alcançar a salvação.

 Orando Pelos 11

Em seguida, à partir do verso 6, Jesus começa a orar pelos seus discípulos, que neste momento são 11. Com muita convicção, Jesus afirma que os discípulos estão prontos, pois já acreditam que Deus enviou Jesus e receberam as Palavras dEle (v. 7,8), não pertencem a este mundo (v.14) e estão guardados pelo nome de Deus (v.12).

Isso nos faz pensar sobre a afirmação que Ele fez no verso 4. A Missão de Jesus parece ter sido preparar doze homens para levar sua Palavra aos quatro cantos da terra. Claro que enquanto isto outros também ouviam e decidiram segui-lo verdadeiramente. Porém, a sua atenção, convívio e ensino era com os apóstolos, que mais tarde o representaram na terra.

 Orando Pelos Que Ainda Virão

            Este é o centro deste estudo bíblico. Iremos nos concentrar mais tempo neste momento. Veremos aqui algumas palavras-chave que nos mostrarão o que Jesus tem desejado de nós e para nós.

Mas, se você ainda não percebeu o que está acontecendo aqui: Jesus estava orando por você! Um dia, antes de ser morto, Jesus pensou que as pessoas que viveriam em 2014 estariam precisando de intercessão. E ele intercedeu! Que maravilha é saber que Ele orou por mim e por você e muito mais importante é entendermos o que Ele desejava.

            O primeiro pedido de Jesus enquanto orava pelos que ainda viriam a conhecê-Lo era que fossem um, assim como o Ele e o Pai são um.

É muito importante lembrar que, apesar de ser um com o Pai, Jesus fez questão de não ser como o Pai. Ele abriu mão da glória e veio viver como servo (Filipenses 2. 5 – 8). Isso nos ensina que a oração de Jesus é para que sejamos um em amor e serviço para com o outro (João 15.9 – 13). A humildade é a marca do caráter de Cristo em nós.

No verso 22, Jesus diz que nos deu a glória e isto nos direcionaria a sermos um. Mas que “glória” é essa? Não é a mesma que teremos no Céu, pelo menos não de forma completa, mas sim, uma porção daquilo que aqueles que habitam com Deus no céu já possuem. Somente aqueles que permanecem no Messias podem caminhar na direção de ser um com o próximo.

Percebam, meus irmãos, o quanto a oração de Jesus tem nos ensinado: somente aqueles que permanecem, ou buscam conhecer a Cristo possuem a capacidade de ser um com seu irmão de forma perfeita e conseqüentemente um com Cristo. Isso é impressionante, pois neste mesmo capítulo Jesus afirmou que a vida eterna é conhecer a Deus e ao próprio Jesus (v.3).

A “forma perfeita” que se refere no verso 23 não significa sem erros, mas sim se refere a uma entrega perfeita na comunhão um com o outro. Não há como sermos perfeitos (sem erros), mas há como vivermos de forma completa na comunhão e no amor um pelo outro.

Para Jesus isso é tão importante que Ele diz na oração que esta unidade em amor vai dizer ao mundo que Deus ama a humanidade da mesma forma que ama a Cristo. Este é o desejo de Jesus enquanto orava por nós.

 Assim como o amor, Jesus nos mostra outra coisa muito importante nesta oração. No verso 24, Jesus pede a Deus que onde Ele estiver que estejamos também para “vermos” a sua glória como prova do amor que Deus tem por Ele.

Quando Jesus se referiu a vermos a sua glória não se referia a olhar, mas sim, experimentarmos a glória que foi dada a Jesus.

Isso quer dizer que se formos cooperadores de Deus (1 Coríntios 3.9; 2 Coríntios 6.1), representantes do seu Reino (2 Coríntios 5.20), Ele irá nos usar para participarmos daquilo que Deus vai fazer revelando a glória de Cristo. Era nisso que Jesus estava pensando quando intercedeu por nós.

 Um Último Ensino

            Neste capítulo, Jesus se refere ao termo “Pai” três vezes. Em cada oração que fazia: por si mesmo, pelos 11 e pelos que haveriam de vir, Jesus usa um termo que tem haver com o seu desejo naquele momento.

            Enquanto orava por si mesmo Jesus pede a Deus que o Filho seja glorificado assim como o pai foi glorificado pelo Filho. Apesar de ser digno da glória, Jesus humildemente pede ao Pai que o glorifique junto a Ele com a glória que tinha antes de todas as coisas (João 1. 1 – 3). Jesus de referia a glória de Deus e pedia para que Ele também fosse glorificado.

            Em seguida, ao orar pelos onze, Jesus se refere a Deus como “Pai Santo” fazendo menção ao desejo de que Deus santifique os seus discípulos: “Santifica-os na verdade, a tua palavra é a verdade”. Jesus se referia à santidade de Deus e pedia para que os discípulos também fossem santificados

            E por último, no verso 25, Jesus se refere ao Deus como “Pai Justo”. Esta justiça não tem haver com equilíbrio da balança ou com atitude justa, mas sim, tem haver com justificar (Mateus 6.33). Pai justo, ou seja, Pai que justifica… (Tito 3.7; Atos 13.39; Romanos 3.24)

            Percebam que Jesus está pedindo a Deus, que é Aquele que nos justifica, para justificar aqueles que O conheceram através de Jesus.

            Somente aqueles que conhecem a Jesus podem ter a justificação do Pai e conseqüentemente a vida eterna. Isso tem haver com o verso 3, novamente. Jesus se referia à justificação que Deus pode dar e pedia que os que ainda iriam lhe conhecer também fossem justificados.

 Conclusão

            Esta não foi a última oração de Jesus. Ele ainda pediu: “Pai perdoa-lhes, pois não sabem o que fazem” e “em tuas mãos entrego meu espírito”. Mas com certeza nos ensina muito sobre o desejo de Jesus para nós, que conhecemos Deus através de Jesus, pela fé.

            Meu desejo é que a Oração de Jesus possa nos guiar, como a Estrela do Norte guia os marinheiros na escuridão, para que possamos, juntamente com Ele, ganhar a Vida Eterna.

Saber o desejo de Cristo para nós faz toda a diferença.

7 Respostas

  1. sebastião magela

    louvado seja o nosso senhor jesus por tão grande iluminação,cresci um poco mais ao ler essa ministração,é uma pena que não consigo baixar

    01/04/2016 às 18:27

  2. cara o estudo de joão 17 mostra o amor de JESUS por nós e por todas as Gerações.

    20/06/2016 às 18:40

  3. Anônimo

    que Jesus abençoe e continue iluminando o irmâo nos estudos amém

    26/06/2016 às 12:41

  4. Só quero dizer:Senhor meu Deus não me deixe sair ,nunca , jamais da tua presença amém.

    01/09/2016 às 17:32

  5. Que bom semos estudante da Bíblia no livro de João 17

    14/09/2016 às 9:02

  6. Que bom semos estudante da Bíblia no livro de João 17

    14/09/2016 às 9:05

  7. silvana inojosa

    sou missionaria silvana Inojosa moro em Guarujá/SP. sou pastora presidente de uma igreja evangélica denominada Comunidade Internacional ALFA e OMEGA ; ACHEI INTERESSANTE SEU ESTUDO. meu whatts 13 988476768 . pregarei esta noite sobre o seu estudo e acrescentarei o que o espirito santo recomendar. fique na paz.

    20/11/2016 às 17:36

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s